http://forkredit.com/ | | |

Ato em defesa do gênero nas escolas de SJC - 30/11, às 18h, na Câmara Municipal

Publicado em Outros setores e secretarias

No dia 30 de novembro, a Câmara Municipal de São José dos Campos pode aprovar o projeto de lei 437/2017, de autoria do vereador Valdir Alvarenga (partido Solidariedade), que quer proibir o ensinamento e o debate da “teoria ou ideologia de gênero” nas escolas públicas e particulares do município.

Além disso, há outro projeto de lei 361/2017, de autoria do vereador Lino Bispo (PR) intitulado Escola sem Partido.

A aprovação dessas leis irão agravar ainda mais a violência machista contra as mulheres e contra a população LGBTQ. Em todas as escolas de nossa cidade, há diversos casos de machismo e violência por conta do preconceito. Infelizmente, não existe políticas públicas específicas de combate a essa situação por parte da prefeitura.

Por isso, chegou a hora de irmos até a câmara defender os nossos direitos! Não podemos deixar essas leis serem aprovadas em nossa cidade!

LINK DO EVENTO:
https://www.facebook.com/events/132015767427070/

“Ideologia de Gênero” nas escolas joseenses?

Tramita na Câmara Municipal de São José dos Campos o projeto de lei número 437/17, de autoria do vereador Valdir Alvarenga (SD), que visa coibir as discussões sobre gênero nas escolas municipais, às quais o vereador chama de “ideologia de gênero” (um termo inventado para tratar a questão de forma pejorativa).

Em tom de terrorismo, o vereador justifica o projeto alegando que as discussões sobre gênero “invertem valores morais, éticos e religiosos e destroem a sociedade”. Além de apresentar argumentos pífios, deixando evidente seu desconhecimento sobre o tema Gênero, o vereador age de má fé, citando dados cuja existência desconhecemos.

Somos uma sociedade plural em ideias, valores e identidades e precisamos que todas e todos sejam contemplados em seus direitos básicos, acima de qualquer diferença. Sendo assim, as discussões sobre gênero visam estimular o debate e a compreensão do outro, de forma a colaborar com a justiça social e com a consolidação do direito à cidadania para todas e todos.

Seria irresponsável uma educação que não promove o respeito à diversidade de pensamento e tenta impor uma moral religiosa sobre as escolas. Assim como é inaceitável qualquer tentativa de censura sobre docentes e discentes.

Combater a violência contra as mulheres e a população LGBT não é doutrinação. Muito menos educar para o respeito às diversas identidades e sexualidades existentes. As discussões sobre gênero incorporam estes e tantos outros temas que são urgentes em nossa sociedade e, ao fazer isso, a escola está apenas cumprindo com seu papel de educar para a cidadania.

Diante destes fatos, chamamos todas e todos para um ato de repúdio a este retrógrado projeto, no próximo dia 30 de novembro, a partir das 18h, na Câmara Municipal de SJC.

Confirme sua participação no evento, compartilhe e convide seus amigos.
Vamos juntos dizer não para a censura nas escolas joseenses!
https://www.facebook.com/events/132015767427070/

Facebook SindServ-SJC

Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de São José dos Campos
Rua Áurea, nº 29 – Centro/SJC - CEP: 12209-600 - Telefone: (12) 3941-3569 - Fax: 3941-2615 - E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.