http://forkredit.com/ | Àãðîòåõíèêà | Ñàíêò Ïåòåðáóðã | Âñå î Ôèíëÿíäèè

Fundhas

ASSÉDIO MORAL NA FUNDHAS

Publicado em Fundhas

O SindServ-SJC está recebendo várias denúncias de assédio moral e constrangimento para com os empregados da Fundhas. Uma comitiva pedagógica enviada pela direção da Instituição violou a liberdade de cátedra dos professores e educadores, ao formular um juízo de valor pejorativo sobre a aulas ministradas.

Tal atitude culminou em grande estresses e revolta entre os empregados, inclusive com uma professora, que estava há mais de uma década da Fundhas, tendo pedido demissão, tamanha a humilhação a qual foi submetida.

O clima de tensão e desmotivação entre os funcionários tomou conta das unidades e as mensagens de insatisfação não param de chegar. O Sindicato está tomando as providências e está à disposição de todos os empregados públicos.

SindServ-SJC, Servidores em 1º lugar!

Sindicato vai à justiça contra avaliação da Fundhas

Publicado em Fundhas

O Sindicato dos Servidores protocolou na justiça do trabalho um mandado de segurança coletivo referente à avaliação de desempenho imposta pela Fundhas.

Como já é de conhecimento dos funcionários, a instituição está impondo uma avaliação de desempenho que pode prejudicar os trabalhadores, inclusive gerando demissões e punições.

O mandado de segurança protocolado na justiça dia 7 de julho visa suspender a avaliação de desempenho e seus eventuais efeitos.

Entenda os perigos e as falhas dessa avaliação:
http://www.sindserv.org.br/site/index.php/noticias/fundhas/274-fundhas-quer-avaliar-para-punir-e-demitir

É o SindServ SJC em defesa dos funcionários da Fundhas!

Fundhas quer avaliar para punir e demitir

Publicado em Fundhas

Instituição prioriza avaliação ao invés de negociar a pauta da campanha salarial

A diretoria da Fundhas está impondo aos seus funcionários uma Avaliação de Desempenho que pode prejudicar os trabalhadores, inclusive gerando demissões e punições.

Esse suposto “projeto piloto” de Avaliação vem sendo apresentado pela direção da Fundhas como inocente e cheio de boas intenções. A instituição, na verdade, promove uma pegadinha com a intenção de diminuir atestados médicos e gerar um instrumento de punição e demissão.

Em reunião realizada dia 25 de maio na sede do sindicado, os trabalhadores da FUNDHAS, juntamente com a direção do SINDSERV, se manifestam completamente contrários à implantação da avaliação de desempenho nos termos apresentados pela FUNDHAS.

Reivindicamos também a criação de uma comissão, com participação dos funcionários interessados e de pelo menos um membro do SINDSERV. Sendo assim, reivindicamos a suspensão imediata desse projeto de avaliação.

Cópia da avaliação

Cópia do ofício do sindicato

Entenda os perigos e as falhas dessa avaliação:

1- Excesso de critérios subjetivos de avaliação (85% dos pontos):

A avaliação de desempenho proposta peca na questão da improvisação, pois não implementou a avaliação por metas, sendo então um procedimento incapaz de vigiar a aplicação dos princípios da eficiência e do merecimento, aos quais a FUNDHAS está subordinada.

2- Ausência de avaliação dos superiores hierárquicos:

Essa avaliação proporciona instrumentos de avaliação de desempenho a determinado “chefe”, sem que este seja avaliado por seus subordinados e incentiva o assédio moral cometido pelo chefe.

A ausência de uma avaliação 360 graus ou similar propicia uma avaliação sem comprometimento com a equipe subordinada, sendo um prato cheio para avaliações distorcidas.

3- Avaliação por servidores comissionados:

É um equívoco permitir que trabalhadores com cargos de livre nomeação e exoneração, onde muitos são escolhidos por critérios políticos e não técnicos, avaliem servidores de carreira empossados por concurso público.

4- Falta de motivação das notas:

A avaliação de desempenho deve estar baseada em fatos e documentos que demonstrem a aptidão ou não do servidor para o cargo. A motivação dos atos administrativos visam resguardar não só as garantias do contraditório, mas também a ampla defesa.

5- Falta de contraditório e ampla defesa:

A avaliação apresentada não proporciona ao funcionário a oportunidade de recurso formal contra as eventuais notas atribuídas erroneamente pelo avaliador, nem a chance de produzir provas em seu favor, como a juntada de documentos e a oitiva de testemunhas.

6- Excesso de rigor no critério de assiduidade:

O desconto de pontos na assiduidade pela apresentação de atestados médicos é uma prática repulsiva, uma vez que ninguém fica doente porque quer. Trata-se de medida que irá prejudicar verdadeiramente o servidor que realmente ficou doente, muitas vezes por culpa da própria FUNDHAS.

Esse método de ataque a atestados, em verdade, mostra uma ineficiência da própria instituição que não tem um sistema de avaliação da saúde do trabalhador.

7-Incoerência nos pontos por assiduidade

As faixas de desconto por assiduidade estão muito próximas, fazendo com que um servidor que tenha 5 ocorrências perca o mesmo número de pontos que um servidor que tenha 50 ocorrências.

Caso um servidor fique doente por 5 dias, não haverá mais qualquer estímulo para que o servidor não falte dentro do mesmo semestre, ou, até mesmo incentivando o trabalhador na busca por novos atestados médicos, prejudicando o serviço.

Atenção funcionários da Fundhas!
O Sindicato está lutando pelos seus direitos, fique atento e participe!

Você ainda não é sócio? Então preencha sua ficha no site e lute junto com o Sindicato!
http://www.sindserv.org.br/site/index.php/servicos/sindicalize-se

Devolução da Contribuição Sindical aos funcionários da FUNDHAS

Publicado em Fundhas

Os funcionários da Fundhas, associados ao SindServ SJC, poderão solicitar a devolução da contribuição sindical entre os dias 15/05/2015 à 29/05/2015 (a devolução será somente nesse período).

A solicitação deverá ser feita das 8h às 18h na sede do Sindicato (Rua Áurea, nº 29, Centro/SJC).

O valor de devolução corresponde a 60% da contribuição sindical, ou seja, o mesmo valor que seria destinado ao sindicato, mas que devolvemos na íntegra para o trabalhador.

Obs: trazer holerite e documento de identificação.

Mais informações:
Tel: (12) 3941-3569
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

--
Diretoria Colegiada
Sindicato dos Servidores Municipais de São José dos Campos

Facebook SindServ-SJC