http://forkredit.com/ | | |

Educação

Reajuste salarial para chefias na Fundhas

fundhas-fev18 Educação
 
O presidente da Fundhas também foi agraciado com 19% de reajuste salarial, mesmo com seus funcionários avaliando sua gestão com 88% de péssimo/ruim/regular.
 
Enquanto isso, os empregados públicos da Instituição têm que se contentar com 5% do gatilho, que por sinal ainda não foi pago e nem informado a data que será, mesmo após diversas cobranças do Sindicato.
 
Outra questão de aumento salarial que tem causado polêmica é o Auxiliar de Manutenção da Fundhas que teve R$ 199, 44 no salário base (portaria 013-2018). Para o Sindicato, o aumento é mais do que justo, mas deve ser para TODOS os empregados públicos da Instituição, pois essa situação divide os empregados e desagrega o ambiente.
 
As incoerências e privilégios não param por aí - o presidente da Fundhas nomeou também funcionários na função de gestor ou suplente das parcerias com a FUMDICAD/CMCDA recebendo bônus de R$ 350,00 mês. Assim como o monitoramento de avaliação das parcerias FUNDHAS e CMCDA, que também tiveram bônus R$ 350,00 por mês.
 
Nesse momento, com o Brasil em colapso por conta das reformas neoliberais provocadas pelo governo ilegítimo Temer e com altas taxas de desempregos assolando nossa sociedade, são justos esses aumentos para secretários, diretores, chefias e somente alguns cargos específicos?

 

Servidora é agredida após acidente com criança em creche de São José

campo_acidente Educação
 
O acidente ocorrido nesta quarta (7) na IMI Dimeia Maria Ferreira Diniz Endo (Campo dos Alemães), quando uma criança de 2 anos quebrou o fêmur após queda de armário, expõe a fragilidade da administração pública no setor da Educação.

A criança passou por cirurgia e seu quadro clínico é estável. Porém, uma servidora da escola foi empurrada por uma mãe, que acabaou jogando a culpa do incidente nos trabalhadores, quando na verdade a responsabilidade é da prefeitura. A professora agredida fez boletim de ocorrência no mesmo dia.

Há muito tempo estamos denunciando e reivindicando os sérios problemas nas creches da prefeitura, principalmente nas condições de trabalho dos Agentes de Desenvolvimento Infantil e Agentes Educadores. O número insuficiente desses profissionais e o excesso de crianças em salas de aula, prejudicam o atendimento e aumentam as chances de incidentes.

Hoje o número de crianças é bem maior do que a prefeitura anuncia e muitas unidades estão com apenas um único Agente Educador, que trabalha sozinho com mais de 30 alunos. Desde o ano passado, muitos Agentes estão trabalhando sem estagiárias, uma vez que os contratos delas acabaram e a prefeitura ainda não renovou o quadro. São necessárias pelo menos 150 estagiárias para ajudar os Agentes, mas a prefeitura fechou os olhos e ignorou a situação.

Outra denúncia constante feita pelo Sindicato, é a baixa qualidade dos materiais utilizados em sala aula e as estruturas inadequadas das escolas, que colocam em risco alunos e servidores. Alguns Agentes Educadores contaram ao Sindicato que muitos armários estão desparafusados e soltos em diversas unidades, e que mesmo alertando, a Secretária de Educação não toma providências. A denúncia de que faltam extintores de incêndio em algumas creches também é frequente.

Uma pauta específica foi protocolada na prefeitura em maio de 2017, solicitando providências acerca dos problemas enfrentados pelos ADIs e Agentes Educadores nas creches. Na ocasião, a prefeitura realizou reuniões com o Sindicato, mas nenhuma providência foi tomada. Será preciso acontecer acidentes, agressões e tragédias para que o poder público faça alguma coisa?

A diretoria do Sindicato esteve presente na creche Dimeia Maria hoje (8) pela manhã para dar apoio aos servidores e entender o ocorrido. Uma nova reunião com a Secretaria de Educação foi solicitada para tratarmos desse e dos demais problemas das ADI’s e Agentes Educadores.

SindServ-SJC, 30 anos de lutas e conquistas!

Integração Novos Professores P1 e P2

A diretoria do SindServ saudou os novos Professores P1 e P2 em evento de integração que aconteceu nesta quinta-feira (01/02), no CEFE, e foi promovido pela Divisão de Treinamento & Desenvolvimento da prefeitura.

O Sindicato falou da importância de ser sócio para fortalecer luta pelos direitos dos trabalhadores e desejou sucesso e boa sorte anos novos colegas servidores.

Confira fotos da participação do Sindicato na Integração:
https://photos.app.goo.gl/BtFe005ny54MAHbg2

SindServ-SJC, 30 anos de lutas e conquistas ✊

Revisão dos Novos Planos de Carreira Já

A Lei número 454/2011, que regulamenta o Plano de Carreira do Magistério Municipal, entrou em vigor a partir de janeiro de 2012. Desde então, inúmeros servidores enfrentaram os mais diversos problemas em razão de uma lei que foi criada para desvalorizar nosso trabalho e achatar nossos salários. Diante disso, iniciamos uma mobilização pela revisão do nosso plano de carreira e convidamos vocês para participar!

Mais informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Consulta de documentos e leis no nosso drive: https://goo.gl/I4d5dg

 

Facebook SindServ-SJC

Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de São José dos Campos
Rua Áurea, nº 29 – Centro/SJC - CEP: 12209-600 - Telefone: (12) 3941-3569 - Fax: 3941-2615 - E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.